AreaSeg - mural2


Postar Mensagem
FaceBook AreaSeg
Facebook
Perguntas e Respostas
P & R

Regras

Calculadora

Biblioteca

Prev. Tempo
Voltar ao Início do m3
Voltar

   

Perguntas & Respostas

Perguntas e Respostas do Mural
1-Como calcular o IBUTG, em temperatura Farenheit?

O cálculo da transformação da temperatura do IBUTG obedece a mesma formula de conversão de temperatura de oF para oC. Note entretanto que as tabelas dos resultados são diferentes.

Para converter os valorers você deve usar a formula:



Onde:
TF: temperatura em graus Farenheit
TC: temperatura em graus Celcius

Por exemplo:

Para TF = 86F
Substituindo na formula:
TC= 5.(TF-32)/9

TC= 5.(86-32)/9
TC= 30 graus Celcius


Use na calculadora do link abaixo, as funçoes C→F e F→C, que estão no canto inferior direito para cálculo direto.
http://areaseg.com/forum/calculator.php



História do IBUTG
Na decada de 1950, no US Marine Corps Recruit Depot, na ilha de Parris na Carolina do Sul, havia alto índice de umidade e os marinheiros deveriam executar exercícios intensos com uniforme, e em consequencia disso, havia grande número de vítimas devido a insolação. Devido a esse problema, a Marinha iniciou estudos do efeito do calor sobre o desempenho dos exercícios. Dr. David Minard e Constantine Yaglou, fizeram estudos e desenvolveram um sitema de medidas que chamaram de WBTG (Wet Bulb Globe Temperature)
Estes estudos levaram as se criar em um índice chamado IBUTG. O IBUTG foi posteriormente usado por outros estudiosos como um índice de stress termico facilmente medido, e com o passar do tempo seu uso ficou bastante usado em locais de trabalho em ambientes esportivas.
Em 1989, o IBUTG foi sugerido como um padrão internacional (ISO 7243).

Cálculo e Interpretação
O IBUTG é dado pelas seguintes expressões e pode ser calculado em graus Celcius e Farenheit:

1. Ambientes internos ou externos sem carga solar:
IBUTG = 0,7 tbn + 0,3 tg

2. Ambientes externos com carga solar:
IBUTG = 0,7 tbn + 0,1 tbs + 0,2 tg

Onde:
IBUTG - Indice de Bulbo Úmido, Termômetro de Globo
Tbn = temperatura natural do bulbo úmido (indicador de humidade)
Tg = Temperatura do Termometro de Globo (mede a radiação solar )
Tbs = Temperatura do bulbo seco (temperatura normal do ar)

Cálculo do IBUTG

Entre os valores de tbn, tbs e tg nos campos abaixo.
Clique em IBUTG para obter o resultado.
Para decimais use "." e não ","


Variáveis:
tbn = temperatura de bulbo úmido natural
tg = temperatura de globo
tbs = temperatura de bulbo seco.

1. Ambientes internos ou externos sem carga solar:

IBUTG = 0,7tbn + 0,3tg

tbn :
tg:


2. Ambientes externos com carga solar:

IBUTG = 0,7tbn + 0,1tbs + 0,2tg

tbn :
tbs:
tg:


Atenção:
O IBUTG pode ser calculado em função de temperaturas em graus Celcius ou Farenheit,
mas não se pode usar as duas tempraturas no mesmo cálculo (inconsistência dimensional).
Use a mesma unidade de temperatura em cada cálculo, de preferência graus Celcius.

Depois de obtido o resultado, use a tabela abaixo para achar o índice referente a temperatura usada.



Este quadro da NR-15, nos fornece os resultados, para IBUTG, calculado para temperaturas em graus Celcius:



Leitura Adicional sugerida:
Anexo 3 da NR-15


Perguntas e Respostas do Mural
2-Como somar as intensidades do ruido de diversas fontes sonoras?

A soma pode ser calculada pela seguinte fórmula:


A média pode ser calculada pela fórmula:


Onde:
N1, N2, N3 : fonte número 1,2,3... emissoras de ruído.
Nn: a n-ésima fonte emissora de ruído (representa a última fonte para um número finito de fontes)

Leitura Adicional sugerida:
NR-15


Perguntas e Respostas do Mural
3-O que é um decibelímetro com Filtro de Oitava?

Um decibelimetro mede o ruído dentro de uma faixa de frequências que conseguem ser captadas pelo seu microfone de captação de ruido.
O filtro de banda de oitava, em um decibelímetro, significa uma que o instrumento tem seletividade de medida de nível sonoro em 8 faixas diferentes, dentro da faixa de 31,5Hz a 8kHz, desta forma é possível analisar o nível de ruído causado em diferentes frequências.




Perguntas e Respostas do Mural
4 - O que consta na CBOs do TGST?

2149-35 - TECNÓLOGO EM SEGURANÇA DO TRABALHO
Descrição sumária
Controlam perdas de processos, produtos e serviços ao identificar, determinar e analisar causas de perdas,estabelecendo plano de ações preventivas e corretivas.
Desenvolvem, testam e supervisionam sistemas, processos e métodos produtivos, gerenciam atividades de segurança do trabalho e do meio ambiente, planejam empreendimentos e atividades produtivas e coordenam equipes, treinamentos e atividades de trabalho.


Perguntas e Respostas do Mural
5 - É correto continuar usando o (modelo do) Triângulo do Fogo uma vez que já existe o Tetraedro do Fogo?

O Triângulo do Fogo pode até ser antiquado, mas ainda tem muitos usos práticos. O tetraedro é mais usado em aulas de Tecnologia de Combate ao Fogo, porque é um modelo mais avançado para a Ciência do Fogo.

Há quem prefira falar sobre o Triângulo do Fogo com crianças e pessoas de pouca instrução porque é mais fácil elas entenderem. Às vezes muitas pessoas não entendem o que é um tetraedro, ou mesmo não conseguem entender o que é reação química em cadeia .

Então, em suma, eu diria que ambos são muito úteis e que nunca estaremos errados ao instruir nosso público sobre Segurança e Combate à Incêndios!

Triânguilo do Fogo

Tetraedro do Fogo



Perguntas e Respostas do Mural
6 - O que é EPI? EPI tem que ter C.A. (Certificado de Aprovação)?

EPI ou Equipamento de Proteção Individual é definido pela NR-18 como
todo dispositivo de uso individual destinado a proteger a saúde e a integridade física do trabalhador.
A NR-06, por sua vez, considera-se Equipamento de Proteção Individual - EPI todo dispositivo de uso individual, de fabricação nacional ou estrangeira, destinado a proteger a saúde e a integridade física do trabalhador.

Uma definição mais ampla define EPI como, designação genérica de qualquer meio ou dispositivo destinado a ser utilizado contra possíveis riscos ameaçadores da saúde ou segurança.

A definição de EPI não inclui CA. A definição é uma coisa, associada a Língua Portuguesa, a homologação do CA e a premissão para venda e uso no ambiente de trabalho é outra coisa, associada a leis e normas de regulamentação.

Da NR-06, ítem 6.5 temos:
O EPI, de fabricação nacional ou importado, só poderá ser colocado à venda, comercializado ou utilizado, quando possuir o Certificado de Aprovação - CA, expedido pelo Ministério do Trabalho e da Administração - MTA, atendido o disposto no subitem 6.9.3.

Com efeito, o Certificado de Aprovação, tem como objetivo garantir a qualidade do EPI. Para obter o CA, o EPI deve passar por verificações, conformidade, adequqções, testes e avaliações. No Brasil, há, então, uma garantia legal que o EPI foi testado e aprovado para venda e uso, garantida pelo CA.


Perguntas e Respostas do Mural
7- É errado usar o termo colaborador, para se referir a um empregado?

O termo colaborador veio da necessidade da Administração englobar todos os tipos de trabalhadores que compunham o quadro de relações da empresa. Assim, fornecedores, prestadores de serviços, patronos, pessoas que fazem doações, todos são colaboradores da empresa. E todos estariam colaborando, e de uma maneira ou de outra, ajudando a empresa de uma forma ou de outra.

Mas parece que o tiro saiu pela culatra. O termo colaborador tornou-se um termo, deveras genérico, rebaixando o trabalhador à figura de um mero colaborador, descaracterizando sua função como trabalhador.

O termo politicamente correto e preferencial para se referir a um funcionário ou empregado é trabalhador. O termo colaborador não está presente na CLT, Constituição ou outras leis sobre Segurança do Trabalho ou Direito do Trabalho. Outro termo também muito usado é o termo peão, que é pejorativo e é bom ser evitado.

No meio sindical não se estimula o uso do termo colaborador, pois o mesmo além de ser genérico, não valoriza o trabalhador como classe.

Aqui na AreaSeg, também não estimulamos o uso do termo colaborador.


Perguntas e Respostas do Mural
8 - Quantos Técnicos de Segurança há no Brasil?




Perguntas e Respostas do Mural
10 - O que contém o interior de um extintor de PQS (pó químico seco)?

Um agente propelente, normalmente é o N2
O PQS pode ser composto de bicarbonato de sódio (NaHCO3), bicarbonato de potássio (KHCO3), cloreto de potássio(KCL), uréia-bicarbonato de potássio, (KC2N2H3O3) e fosfato de amônia (NH4H2PO,4), misturados com aditivos (esteratos metálicos, triclorato de fósforo e polímero de silicone) que lhe dão as características necessárias para o acondicionamento e emprego.
O PQS é um produto estável a temperaturas de até 60oC. Acima desta temperatura dissocia-se, exercendo função extintora.

Extintor PQS



Perguntas e Respostas do Mural
11 - Qual a diferença entre OHSAS e OSHA?

OSHA (Occupational Safety and Health Administration) é uma instituição do Departamento de Trabalho (Department of Labor) dos EUA, criada pelo Congresso, em 29 de dezembro de 1970, durante o governo Nixon. A OSHA dedica-se à prevenção de acidentes, Segurança e Saude do Trabalho. Seu diretor é um alto funcionário do Departamento de Trabalho. Site da OSHA
 
Logo da OSHA

OHSAS é uma sigla, em Inglês, para Occupational Health and Safety Assessment Services, cuja tradução é Serviços de Avaliação de Saúde e Segurança Ocupacional, um tipo de Sistema de Gestão de Segurança e Saúde Ocupacional, que contempla objetivos, indicadores, metas e planos de ação. Muito conhecida é a OHSAS 18001, que possui seu foco voltado para a saúde e segurança ocupacional.

Também existe a EU-OSHA, conhecida também como OSHA Européia. Esta foi fundada em 1996, em Bilbao, Espanha e dedica-se à prevenção de acidentes, Segurança e Saude do Trabalho

O termo OSHAS, com S no final, não existe, entretanto, a Língua Inglesa possui uma figura gramatical chamada genitivo, um caso gramatical que indica uma relação, principalmente de posse, entre o nome no caso genitivo e outro nome. Neste caso se insere um S com, um apostrofo ('S) no final de um nome. Então, pode aparecer escrito OSHA's president, OSHA's site, etc., que significa, presidente da OSHA, site da OSHA, etc, mas este termo só tem significado gramatical, não se tratrando de outra instituição ou norma, apenas de um genitivo.



Perguntas e Respostas do Mural
12 - Como calcular a Dose de Ruído?

Para isso use a fórmula a seguir:



Onde:
C1, C2,C3...Cn indica o tempo total que o trabalhador fica exposto a um nível de ruído específico
T1, T2,T3...Tn indica a máxima exposição diária permissível a este nível,
segundo o quadro abaixo

ANEXO N.o 1 , da NR-15 - ATIVIDADES E OPERAÇÕES INSALUBRES

LIMITES DE TOLERÂNCIA PARA RUÍDO CONTÍNUO OU INTERMITENTE

Os valores em marrom não são oficiais.
Nível de Ruído dB(A)Tempo de Exposição
< 80
8016 horas
8114 horas
8212 horas
8310 horas
849 horas
858 horas
867 horas
876 horas
885 horas
894 horas e 30 minutos
904 horas
913 horas e 30 minutos
923 horas
932 horas e 40 minutos
942 horas e 15 minutos
952 horas
961 hora e 45 minutos
981 hora e 15 minutos
1001 hora
10245 minutos
10435 minutos
10530 minutos
10625 minutos
10820 minutos
11015 minutos
11210 minutos
1148 minutos
1157 minutos

 
Exemplo:
Um trabalhador está exposto às seguintes
fontes de ruído


FonteI, dB(A)Tempo (h)
Tupia 88 4
Lixadeira 83 1
Triturador 91 1
Furadeira 87 1
Impressora 75 1


Da tabela do Anexo No1 temos:
Fonte   Cn(h)    Tn (h)
Tupia C1 = 4 T1 = 5
Lixadeira C2 = 1 T2 = 10
Triturador C3 = 1 T3 = 3,5
Furadeira C4= 2 T4 = 6
Impressora C5= 1 T5 =


Na fórmula:

temos:





Pela NR-15, se a Dose for maior que 1,
há insalubridade.


Perguntas e Respostas do Mural
13 - Como converter Dose em Nível de Pressão Sonora?

Para isso use a fórmula a seguir:

N = 16,698970004 x log10(D) + 85

Onde:
D: valor da Dose, sem unidade (adimensional)
N: o Nível de Pressão Sonora, em dB

Por exemplo:

Para D = 1,75
Substituindo na fórmula:
N = 16,698970004 x log10 (1,75) + 85

N = 4,058485085 + 85
N = 89,058485085

N= 89,05 dB

Fórmula de Cálculo

N = 16,698970004 x log10(D) + 85

Use ponto decimal e não vírgula
Dose:





14 - Como se calcula o número de extintores de uma planta (fábrica)?

Risco de IncêndioÁrea de Abrangência do ExtintorEspaço Máximo a Percorrer Até o Extintor
Baixo500 m220m
Médio250 m215m
Alto150 m210m


Fórmula:

NE = AAT/AAE

ou seja

Número de Extintores = Área Total da Planta/ Area de Abrangencia do Extintor.

Exemplo:
Para uma fábrica de 300m x 70m e grau de risco alto

Área Total = 300 x 70 = 21.000m2

NE = AAT/AAE

NE = 21.000m2/150m2

NE = 140

Número de Extintores = 140,
e a distância máxima a se percorrer até um extintor é de 10 metros.


15 - Como faço para conseguir todos os vídeos educativos do NAPO?



O Napo é o protagonista da série de animação. Representa um funcionário de qualquer indústria ou sector de actividade. O Napo não se limita a uma função ou local de trabalho específico, mas a sua personalidade e a sua aparência física permanecem constantes em todos os filmes.

O Napo é uma pessoa normal: não é bom nem mau, não é novo nem velho. Do ponto de vista cultural, é uma personagem neutra. É um trabalhador aplicado, que pode ser vítima de situações que não controla, mas que também consegue identificar perigos ou riscos, assim como fazer boas sugestões para melhorar a segurança e a organização do trabalho.

O Napo é uma personagem interessante e apelativa, com reacções fortes e emoções à flor da pele. Quando o Napo está chateado, aborrecido ou apaixonado, todos ficam a saber! Assim, qualquer pessoa pode identificar-se com o Napo, desde os trabalhadores mais jovens até aos funcionários com muitos anos de casa.
Os filmes da série "Napo" são propriedade da Via Storia, a empresa produtora sedeada em Estrasburgo (França), e do Consórcio Napo, que financia e produz os filmes em nome de um pequeno grupo de organizações europeias do domínio da saúde e segurança: AUVA (Áustria); DGUV (Alemanha); HSE (RU); INAIL (Itália); INRS (França) e SUVA (Suíça). Além disso, a Agência Europeia para a Segurança e Saúde no Trabalho (EU-OSHA) tem um acordo com a DGUV (em nome do consórcio) para a reprodução e distribuição de cópias dos filmes da série "Napo" aos pontos focais nacionais em todos os Estados-Membros da UE, países candidatos e países da EFTA.
Em respeito aos direitos autorais dos proprietários, não se publicam neste sites videos do NAPO.
Os vídeos do NAPO estão disponíveis em http://www.napofilm.net/pt/


Perguntas e Respostas do Mural 16 - Que é o Princípio da Precaução?

O Princípio da Precaução é um princípio usado para não se executar alguma ação, quando os dados científicos não permitam uma avaliação completa do risco. O uso deste princípio permite, por exemplo, impedir danos ao ambiente ou a pessoas, impedindo a execução de uma ação.

Pode ser resumido em uma frase simples: Na dúvida, não execute.

Exemplo:
A canoa esta com problemas, não se tem certeza que permite uma travessia segura do rio.
Princípio da Precaução: não se deve usar esta canoa para fazer a travessia.


Perguntas e Respostas do Mural 17 - Qual o plural de CIPA, EPI e TST?

Em Português, o plural de siglas faz-se adicionando um S minúsculo, ao final do vocábulo.

Exemlo:
Singular Plural Correto Plural incorreto - Jamais deve ser usado
CIPA CIPAs CIPA's
EPI EPIs EPI's
TST TSTs TST's


Uso do Apóstrofo:
O apóstrofo ( ’ ) é um sinal de pontuação que tem como função indicar a supressão de letras numa palavra, como cobra-d’água, para cobra de água, pingo d’água (para pingo de água), caixa d’agua (para caixa de água) , etc.
A esta supressão dá-se o nome de elisão.

Erros frequentes
Um erro extremamente comum também se faz quando o apóstrofo é utilizado como designação de plurais em palavras com terminação em consoante, como em CD's ,CIPA's, EPI's, por exemplo. O uso é incorreto e se espalhou com a internet, pois o uso correto consiste apenas no acréscimo da consoante S: CDs, CIPAs, EPIs.

Alguns, ainda mais incorretamente, usam o sinal de acento agudo ( ´ ), em vez do apóstrofo.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Ap%C3%B3strofo


Perguntas e Respostas do Mural 18 - Que são as Três Leis da Bobótica?

As Três Leis da Robótica são leis que foram elaboradas pelo escritor Isaac Asimov, em seu livro de ficção I, Robot (Eu, Robô). Estas três leis regem o comportamento dos robôs. Em uma sociedade em um futuro não muito distante, Asimov brincava com as diferentes implicações da lógica das leis, criando situações absurdas e perigosas para os humanos envolvendo os robôs (Fonte: Wikipedia). Tanto o livro, como o filme Eu, Robô, (2004), estrelado por Will Smith, tornaram-se bastante populares.

As três Lis da Robótica são:
1.ª Lei: Um robô não pode ferir um ser humano ou, por omissão, permitir que um ser humano sofra algum mal.
2.ª Lei: Um robô deve obedecer as ordens que lhe sejam dadas por seres humanos, exceto nos casos em que tais ordens entrem em conflito com a Primeira Lei.
3.ª Lei: Um robô deve proteger sua própria existência desde que tal proteção não entre em conflito com a Primeira e/ou a Segunda Lei.

As Tres Leis da Bobótica dos TSTs/ESTs, são uma sátira em forma de paródia, em virtude do que notei desde os tempos de estudante de Segurança do Trabalho e depois como profissional. São elas:

1.ª Lei - Os TSTs e os ESTs não se entendem e tem rixas entre si.

2.ª Lei - Os TSTs não se entendem entre si e os ESTs também não se entendem entre si.

3.ª Lei - A grande maioria ds TSTs e dos ESTs não está interessada em lutar pelos interesses das proprias classes.

A propósito, nós TSTs/ESTs da nova geração não somos bobos não, como muitos pensam, e estamos cientes do que está acontecendo e por que está acontecendo!


Perguntas e Respostas do Mural 19 - O que aconteceu com os posts antigos do Mural?

Não sabemos ao certo. Supõe-se que um problema de atualização da linguagem PHP fez com que o mural antigo gerasse centenas de posts por minuto, travando o servidor. Um ataque de hackers ao servidor também não está descartado, já que isso é muito comum acontecer a sites grandes.
Não houve outra alternativa a não ser apagar o mural antigo e criar este outro Mural. Os posts antigos são milhares, sendo difícil sua recuperação. Por outro lado, não vale a pena recuperá-los, pois são pouco procurados pelos visitantes do site.

A AreaSeg continuará mantendo o Mural, um dos únicos no mundo que não requer senha, nem login, para postagem de artigos.


Perguntas e Respostas do Mural 20 - Quais as cores de acionamento de Sprinklers?

Sprinkler (e não sprinter) ou chuveiro automático é um dispositivo para a extinção de incêndios. Consiste numa armadura, com um cano conectado a uma tubagem de água sob pressão. O cano se fecha com uma tampa constituida por uma cápsula de vidro contendo um líquido cujo ponto de ebulição é a uma temperatura determinada (temperatura de disparo ou temperatura de acionamento), a qual está impedindo a passagem da água para o dispersor. Quando se produz um incêndio, ferve o líquido e o vapor rompe a cápsula; a tampa salta, sai a água, e choca contra o dispersor aspergindo a zona incendiada. (Fonte: Wikipedia)
 

Sprinklers
  Cores de Bulbos e Temperatura de Acionamento de Sprinklers


Perguntas e Respostas do Mural 21 - Qual empresa é responsável pelo acidente de trajeto de um empregado que trabalha em 2 empresas?

Suponhamos que um empregado trabalhe das 8:00 às 12:00h na Empresa A e das 14:00 às 18:00h na Empresa B. Se ele sofreu um acidente no percurso da Empresa A para a Empresa B, quem deve emitir a Comunicação de Acidente do Trabalho (CAT)? Qual a empresa responsável pelo acidente? Quais as consequências para a outra empresa?
 
  Resposta:
Quem deve emitir a CAT, neste caso é a empresa que estava recebendo o empregado, ou seja, a Empresa B. No momento que ele sai da Empresa A e se dirige à Empresa B, já está a disposição da Empresa B. O ponto de origem, no caso, a Empresa A, é como se fosse a sua casa.

A Empresa A vai apenas receber o atestado do acidente. A empresa responsável pelo acidente é a Empresa B, que deve arcar com as consequências legais do acidente. A Empresa A terá como consequência, apenas, a falta de capacidade total de trabalho do empregado ou mesmo sua indisponibilidade de trabalhar.
Caso o empregado fique afastado pelo INSS, ele deve receber apenas um benefício, referente ao seu trabalho na Empresa B.


Ajudaram nesta resposta:
Prof. Veltrame, Gero, Alcimar, Fabio e Sergio Mazetti


Perguntas e Respostas do Mural 22 - Qual a forma correta de se colocar o rolo do papel higiênico no suporte do banheiro?

Como qualquer outro utensilho que usa rolo ou carretel, tal como, mangueiras, fios, barbantes, tecidos, cordas, etc, a ponta do utensilho enrolado deve ficar de forma que não encoste na parede, ou com a ponta para o lado direito, ou ainda para cima, para facilitar que a mesma seja puxada, quando necessário.
 
Papel Higiênico
Ponta do lado oposto à parede.
  Mangueira
Enrolar no sentido horário. A ponta deve ficar do lado direito, vindo de cima para baixo.
  Fios
Ponta do lado de cima.
   


Perguntas e Respostas do Mural 23 - O que são os limites de explosividade, de um gás??

Limites de explosividade ou inflamabilidade são os limites de concentração entre os quais uma mistura gasosa é explosiva ou inflamável.
 
As taxas das misturas gasosas dos gases são expressas em porcentagens em relação ao volume de gás ou vapor no ar, e são determinados nas condições normais de temperatura e pressão, CNTP, a saber, 1 atm e 0 °C ou 273 Kelvin, para cada substância.

São definidos dois limites:

Limite Inferior de Explosividade (LIE):
É a menor concentração de uma substância que misturada com o ar forma uma mistura inflamável.

Limite Superior de Explosividade (LSE):
É a maior concentração de uma substância que misturada com o ar forma uma mistura inflamável.

Uma mistura abaixo do limite inferior é dita pobre e uma mistura acima do limite superior é dita rica. Tanto a mistura rica como a pobre estão fora dos limites para poderem queimar ou explodir.
O gás só se torna explosivo dentro do intervalo entre o LIE e o LSE. Abaixo do LIE a concentração é insuficiente para tornar o gás explosivo. Acima da LSE, o gás satura o ambiente, de forma a não se tornar explosivo.



Esquema dos Limites de Explosividade
  Alguns limites de Explosividade
Substância LIE (%) LSE (%)
Acetona2,5013,0
Butano1,808,40
Gasolina1,407,60
Hidrogênio4,0075,0


Perguntas e Respostas do Mural 24 - Ato Inseguro e Condição Insegura são conceitos ou termos desatualizados?

Por definição:

ATO INSEGURO
é o ato praticado pelo homem, em geral consciente do que está fazendo, que está contra as normas de segurança. São exemplos de atos inseguros: subir em telhado sem cinto de segurança contra quedas, ligar tomadas de aparelhos elétricos com as mãos molhadas e dirigir a altas velocidades.

CONDIÇÃO INSEGURA
é a condição do ambiente de trabalho que oferece perigo e ou risco ao trabalhador. São exemplos de condições inseguras: instalação elétrica com fios desencapados, máquinas em estado precário de manutenção, andaime de obras de construção civil feitos com materiais inadequados.

Os termos Ato Inseguro e Condição Insegura, estão sendo revistos. Vários autores escreveram sobre o assunto e debates foram feitos para mudar estes termos. Hoje se sabe que o acidente de trabalho ocorre por uma série de fatores, bem mais complexos e envolventes que estes dois tipis de atos. De forma que muitos pesquisadores (conte-me entre eles) dizem ser estes dois termos insuficientes para definir a causa de um acidente de trabalho. Eu considero os termos Ato Inseguro e Condição Insegura, como parte da Teoria Clássica da Segurança do Trabalho, ou seja, servem seu propósito, enquanto novas teorias, mais apuradas e de maior precisão ainda não forem elaboradas. A saber, estes termos são da década de 1970, ou mesmo anteriores.

A SST precisa urgente de atualizações


Perguntas e Respostas do Mural 25 - Há alguma restrição de perguntas a serem feitas aqui no Mural?

A princípio toda pergunta é bem-vinda. Não tenha medo de perguntar. Se houver alguma resposta ofensiva, referindo-se a sua pergunta, o moderador do Mural apagará esta resposta, mantendo, entretanto, a pergunta aberta.

Muitos dizem ser falta de esforço perguntar coisas básicas, que podem ser encontradas facilmente em livros, ou mesmo na internet.
Isso tem um fundo de verdade e até pode acontecer algumas vezes, mas é muito raro.
Uma vez uma pessoa com alto conhecimento de Comunicação confundiu Segurança do Trabalho com Segurança Patrimonial. Não era ignorante, apenas desconhecia um assunto fora de sua área. Sua pergunta era básica, eu respondi.
Aqui no site defende-se a livre participação de novos usuários, como alunos iniciantes, profissionais recém formados, etc, incentivando-os a fazerem suas perguntas, mesmo que sejam básicas, para muitos. Com o tempo, espera-se que estes novos usuários, passem também a dar suas respostas, produzindo e consumindo conhecimento, respondendo e fazendo perguntas, tornando-se ativos na produção do conhecimento e na participação das discussões.

Eu já fui um novato em diversos fórums e fui discriminado por peguntar coisas básicas. A cada assunto novo, a cada novo forum em que a gente começa a participar tem gente pronta a responder. Só não quero que aconteça aqui no meu site - e que alguém passe pelo mesmo problema e seja discriminado como eu já fui em alguns fóruns - por ser iniciante e fazer perguntas cujas respostas são óbvias para muitos.

Sinta-se livre para perguntar!

Pergunte e responda, consuma e produza conhecimento.


Perguntas e Respostas do Mural 26 - Como evitar que o Corretor Ortográfico do MSWORD, troque MTE por TEM ou ISO por ISSO?

O Corretor Ortogáfico do MSWORD é uma ferramenta muito útil, entretanto ele é programado para substituir as palavras que processar como erradas, por outras, que ele tem em seu banco de dados.
Para evitar que o Corretor Ortográfico do MSWORD troque palavras ou siglas importantes de Segurança e Saúde do Trabalho, como por exemplo, trocar MTE por TEM ou ISO por ISSO, devemos reconfigurá-lo.

Exemplo prático:

Vamos reconfigurar o MSWORD para ele não substituir ISO por ISSO


Basta seguir os passos abaixo:

  1. Abra o MSWORD


  2. Clique em Arquivo


  3. Depois clique em Opções
 
  1. O programa mostrará
    uma nova página.


  2. Clique em Revisão de Texto


  3. Depois em
    Opções de Auto-Correção


 
  1. O programa abrirá
    uma janela.


  2. Como indicado, digite ISO, no campo correspondente


  3. O MSWORD deve agora achar a palavra similar correspondente a ISO


  4. Aparecera Iso - Isso, como na figura


  5. Clique em Excluir


  6. Depois, clique em OK
    A janela vai se fechar, aparecendo a janela anterior


  7. Clique em OK, novamente.
 


Perguntas e Respostas do Mural 27 - Vídeo de como evitar que o Corretor Ortográfico do MSWORD, troque MTE por TEM ou ISO por ISSO


Configuração do
Corretor Ortográfico do MSWORD

(Clique na seta para iniciar)


Perguntas e Respostas do Mural 28 - Como calcular a Sensação Térmica?

A sensação térmica (ou a temperatura aparente) é forma como os nossos sentidos percebem a temperatura do ar, e que pode diferir da temperatura real. Tal se deve a condicionantes climatéricos que afectam a transferência de calor entre o corpo e o ar: como são a humidade, a densidade e a velocidade do vento.
A sensação térmica pode ser calculada usando-se uma fórmula de duas variáveis:
TWC = 33 + (10√v + 10,45 - v) × (T - 33)/22
Fórmula de Temperatura Equivalente de Wind Chill

Onde:
v, elocidade em km/h
T, a temperatura em graus Celsius (oC )

Esses valores também são tabelados: